Conectando profissionalismo e bem-estar: uma análise bibliográfica sobre a influência do home office na qualidade de vida do trabalhador.

Autores

  • Marcus Paulo Aguiar Quintela Faculdade Madre Tereza
  • Suanny Karoline Cordeiro de Souza Faculdade Madre Tereza
  • Paulo Vitor Frazão Faculdade Madre Tereza

DOI:

https://doi.org/10.5281/zenodo.10595903

Palavras-chave:

Satisfação, Ambiente Remoto, Teletrabalho

Resumo

O objetivo desta pesquisa é analisar a qualidade de vida dos trabalhadores diante da implementação do home office, destacando seus aspectos positivos e áreas passíveis de melhorias. Esta investigação adotou uma abordagem qualitativa, empregando a metodologia da pesquisa bibliográfica. Seu escopo é identificar correlações entre a qualidade de vida e a implementação do trabalho remoto. Essa estratégia metodológica possibilita uma análise aprofundada da literatura acadêmica, permitindo uma compreensão abrangente dos impactos do home office na satisfação e bem-estar dos trabalhadores. A questão central investigada é o impacto resultante da implementação do home office na qualidade de vida dos trabalhadores, explorando tanto os aspectos positivos quanto os negativos. A análise aprofundada da literatura acadêmica busca compreender de que maneira o ambiente de trabalho remoto influencia o bem-estar dos profissionais. Ao mapear minuciosamente as interconexões entre a qualidade de vida e a sustentação do home office, este estudo proporciona percepções valiosas e profundas. Destinado a gestores, profissionais e pesquisadores, o trabalho visa informar estratégias destinadas à otimização das condições e do ambiente no trabalho remoto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, M. A. B; GUTIERREZ, G. L; MARQUES, R. Qualidade de vida: definição, conceitos e interfaces com outras áreas, de pesquisa. São Paulo: Escola de Artes, Ciências e Humanidades – EACH/USP, 2012. Disponível em: http://each.uspnet.usp.br/edicoes-each/qualidade_vida.pdf . Acesso em: 26 abr. 2022.

ALVES, E. F. Qualidade de vida no trabalho: indicadores e instrumentos de medidas. Diálogos e Saberes. 2010. p. 77-87. Disponível em: https://www.fafiman.br/seer/index.php/dialogosesaberes/article/view/309 . Acesso em: 25 abr. 2022.

BARROS, A. M.; SILVA, J. R. G. Percepções dos indivíduos sobre as consequências do teletrabalho na configuração home-office: estudo de caso na Shell Brasil. Cadernos EBAPE.BR, v. 8, n. 1, p. 71-91, 2010.

BRASIL. Decreto-Lei Nº 5.452, de 1º de maio de 1943. Aprova a Consolidação das Leis do Trabalho. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/del5452.htm . Acesso em: 24 abr. 2022.

CHIAVENATO, Idalberto. Introdução à Teoria Geral da Administração. 7. ed.rev. e atual. Rio de Janeiro: Elsevier, 2003.

CORDEIRO, Marina de Carvalho. “Você tem tempo?” – Uma análise das vivências temporais dos cientistas sociais na sociedade contemporânea Disponível: https://circuitoacademico.files.wordpress.com/2014/06/voce-tem-tempo-marina-de-carvalho- . Acesso em 06 de nov. de 2023.

DURÃES, Bruno; BRIDI, Maria; DUTRA, Renata. O teletrabalho na pandemia da covid- 19: uma nova armadilha do capital? – Revista Sociedade e Estado. 2020. Disponível em: https://www.scielo.br/j/se/a/b56QNc5Fq73NVbkjZSH3hjj/?format=pdf&lang=pt. Acesso em 07 de nov. de 2023.

FRANÇA, A. C. L. Qualidade de vida, saúde e ergonomia. 1. ed. 14. reimpr. São Paulo: Atlas, 2014. cap. 8.

FRANÇA, A.CL. Indicadores Empresariais de Qualidade de Vida: esforço empresarial e satisfação dos empregados no ambiente de faturas com certificado ISO 9000. Tese de Doutorado, São Paulo: FEA/USP, 1996.

G1, Home office trouxe aumento de salário e das economias aos profissionais, mostra pesquisa. 19 abr. 2022. Disponível em: https://g1.globo.com/trabalho-e-carreira/noticia/2022/04/19/home-office-trouxe-aumento-de-salario-e-das-economias-aos-profissionais-mostra-pesquisa.ghtml. Acesso em: 20 nov. 2023.

GRAMMS, Lorena Carmen; LOTZ, Erika Gisele. Gestão na qualidade de vida no Trabalho.1. ed. Curitiba: InterSaberes, 2017.

HAU, F.; TODESCAT, M. O teletrabalho na percepção dos teletrabalhadores e seus gestores: vantagens e desvantagens em um estudo de caso. Revista de Gestão e Tecnologia, v.8, n.3, p.37-52,2018. Disponível em: https://navus.sc.senac.br/index.php/navus/article/view/601/pdf. Acesso em: 15 jun. 2022.

HAUBRICH, Deise Bitencourt. Froehlich. Cristiane. Benefícios e Desafios do Home Office em Empresas de Tecnologia da Informação. Revista Gestão & Conexões. Vitória – ES. v. 9, n. 1, jan./abr. 2020. Disponível em: http://www.spell.org.br/documentos/download/56266 . Acesso em: 25 abr. 2022.

LACAZ, Francisco Antônio de Castro. Qualidade de vida no trabalho e saúde e doença. Disponível em: https://www.scielo.br/j/csc/a/hFX7d6ZpmF6qC9MZSwFWM7f/. Acesso em 5 de nov. de 2023.

LANCONI, Alessandra; OLIVEIRA, Kezia; RODRIGUES, Suzi. Como implantar o Home Office na sua empresa da maneira correta. Hortolândia, 2022.

LIMA, Rossano Cabral. Distanciamento e isolamento sociais pela covid-19 no Brasil: impactos na saúde mental. Rio de Janeiro. 2020. Disponívelem: https://www.scielo.br/j/physis/a/nyq3wrt8qpWFsSNpbgYXLWG/?format=pdf&lang=pt. Acesso em 06 de nov. de 2023.

LIMONGI-FRANÇA, Ana Cristina. Práticas de recursos humanos – PRH: conceitos, fundamentos e procedimentos. São Paulo: Atlas, 2007.

LUNA, Roger Augusto. Home Office um novo modelo de negócio e uma alternativa para os centros urbanos. Artigo Científico de Mestrado. Universidade Federal de Fortaleza. 2014.

MESQUITA, Aline. Home Office: Como ele está mudando as rotinas de trabalho? Disponível em: https://www.oitchau.com.br/blog/home-office-como-ele-esta-mudando-as- rotinast-de-trabalho/ Acesso em 07 de nov. de 2023.

OLIVEIRA, Fátima Bayanna de. Tecnologia da Informação e da Comunicação. São Paulo: Person Prentice Hall. Fundação Getúlio Vargas. 2007.

OLIVEIRA, Nelson. O teletrabalho na pandemia. 2020. Disponível em: https://www12.senado.leg.br/noticias/infomaterias/2020/07/teletrabalho-ganha-impulso-na- pandemia-mas-regulacao-e-objeto-de-controversia. Acesso em 6 de nov. de 2023.

RIOS, Felipe Pinto et al. PERCEPÇÃO DOS COLABORADORES SOBRE A IMPLEMENTAÇÃO DO HOME OFFICE EM UMA INSTITUIÇÃO FINANCEIRA COOPERATIVA. Organizações Rurais & Agroindustriais, v. 25, p. e2015-e2015, 2023.

TEIXEIRA, Talyta Rafael. Liderança em tempos de trabalho home office: desafios, ferramentas e práticas. Mariana, 2022.

VASCONCELOS, Anselmo Ferreira. Qualidade de vida no trabalho: origem, evolução e perspectivas. 2001. Artigo Científico (Bacharel em Comunicação Social) – Caderno de Pesquisas em Administração. São Paulo: v. 08, nª 1, março de 2001. Disponível em: http://www.luzimarteixeira.com.br/wp-content/uploads/2009/06/qualidade-de-vida- notrabalho-origem.pdf . Acesso em: 26 abr. 2022.

ZENDESK. Home Office: Vantagens e desvantagens para as empresas e colaboradores. Disponível em < https://www.zendesk.com.br/blog/home-office-vantagens-e-desvantagens/> . Acesso em 24 de nov. de 2023.

Downloads

Publicado

2024

Como Citar

QUINTELA, M. P. A.; SOUZA, S. K. C. de; FRAZÃO, P. V. Conectando profissionalismo e bem-estar: uma análise bibliográfica sobre a influência do home office na qualidade de vida do trabalhador. Cadernos de InterPesquisas, [S. l.], v. 2, p. 17–42, 2024. DOI: 10.5281/zenodo.10595903. Disponível em: https://esabere.com/index.php/cadips/article/view/92. Acesso em: 23 abr. 2024.

Edição

Seção

Textos